domingo, 4 de maio de 2014

Everybody For Her - Capitulo Twenty Seven

Relembrando: Capitulo 26

Capitulo 27

Couple

~~Seunome P.O.V~~~

Roger me jogou para dentro da cela, depois da minha sessão de agulhas.Eu estava tremula, não conseguia raciocinar direto, o que Munter tinha injetado em mim?
Alguém me pegou no colo, era Mike.
-Calma-disse ele segurando minhas mãos que tremiam descontroladamente-Vai passar
Então, percebemos a presença do Dr. quando ele se pronunciou
-Eu realmente fiz um bom trabalho com esse casal
-Que merda você quer dizer com isso?Você fica repetindo isso a cada cinco segundos-disse Mike com raiva
-Bem, lá vamos nos, antes de Seunome ser recuperada pelos policiais eu recolhi os genes dela e seu ovário, porque assim eu poderia produzir alguém com as habilidades que eu dei a seunome e permaneceu nos genes dela, mas eu precisava de genes masculinos, ai que você entra Mike, graças há você eu pude trazer a este mundo uma pessoa com as habilidades de Seunome, O filho de vocês dois-disse ele-Depois eu pude testar outras experiências nele
-Você torturou uma criança?-minha voz saiu fraca
-Infelizmente antes que eu pudesse começar os experimentos meu laboratório foi invadido e sequestraram ele-disse Dr. dando de ombros
-Você quer dizer que o nosso filho está vivo e solto pelo mundo?-perguntou Mike
-Você tem sorte de que está cela o protege, se não neste momento você já estaria morto-disse antes de desmaiar

~~Sally P.O.V's~~

-Perai, FILHO?!-perguntou Harry
-Exatamente-disse Austin
-Você só pode estar brincando-disse Liam
-Ele não tá não-disse Robin-Moça!Pode me trazer um capuccino?Obrigada!Bo, descobrimos que agora eu sou um vovô, iupi!Mas alguém tem alguma ideia de onde minhas filhas estão?-perguntou ele
-Seunome, Natália e James não estão-disse 
-Certo, por que eu não gostei do James ter sido incluído nisso?-perguntou Justin irônico
-Se está sugerindo que elas fugiram com James por questões amorosas, está errado-disse Louis-Eu tratei Seunome como uma princesa, e você Justin?Cuidou suficiente da Natália?
-O que quis dizer com isso Tomlinson?-perguntou Justin exaltado
-Sem briga!-disse Bradley
-Sabe o que eu acho?-Disse Fred-Que nesse momento estão todos a flor da pele, acho melhor irmos para casa temos uma noite de sono tranquila e amanhã procuramos pistas sobre onde elas estão e a noite nos reunimos aqui para falarmos o que descobrimos, o que acham?-perguntou ele
-Eu acho uma boa ideia, estamos todos muito exaltados uma noite de sono seria uma boa-disse
Todos concordaram.
-Eu preciso ir ao banheiro-disse me retirando.
Chegando lá me apoiei na bancada, peguei o celular e disquei o número da Seunome
"OEEEEE, Aqui é a Seunome, sinto muito mas neste momento estou fazendo uma coisa importante então você se ferrou, deixe seu recado depois do pibi"
-Oi, viu garota, onde você tá?-perguntei enquanto lágrimas saindo dos meus olhos-Eu tenho que  fala para as pessoas manterem a calma, quando até eu mesma não consigo manter a calma-solucei-E caramba, você tem um filho!Sabe disso né?Olha, liga para mim, eu to preocupada-disse e desliguei o telefone, olhei no espelho, e lembrei do dia em que vi Seunome pela primeira vez, foi em uma boate na França, belo lugar para conhecer sua sobrinha, eu estava ajeitando minha maquiagem, quando ela me confundiu com Elizabeth, a mãe dela, e naquele momento que eu vi ela, uma menina jovem sem pai ou mãe, senti instintivamente que deveria estar ao lado dela, cuidar dela.E agora ela estava desaparecida.
Limpei minha maquiagem borrada e sai do banheiro, a maioria do pessoal tinha ido embora, menos Austin.
-Tem para onde ir garoto?-perguntei
-Tenho-disse ele
Levantei a sobrancelha
-Ta bom, eu não tenho-disse ele entregando o jogo
-Venha, você vai passar um tempo com a sua Tia-avó-disse
-Que seria?-perguntou ele
-Eu-disse-Vamos, está ficando tarde-disse
Ele me acompanhou até o carro.
-Cara, isso é um Nissan GTR-disse Austin-Como o conseguiu?
-Ganhei em uma racha na França-disse
Austin me olhou surpreso
-Que foi?Achou que eu fazia o tipo Tia-avó certinha?Eu gosto de me divertir de vez em quando-disse entrando no carro
Ele entrou.
-Coloca o cinto, garoto-disse e acelerei, batuquei no volante-Então quantos anos tem?-perguntei
-É difícil dizer, eu pareço tem uns 16 ou 17-disse ele
-Tá mais para 16-disse
-Certo, 16-disse ele
-Chegamos-disse parando o carro
-Quando acha que vamos encontrar a minha mãe?-perguntou Austin cabisbaixo 
-Não sei-disse-Mas espero que seja logo-disse
Subimos para o apartamento, hora que entramos Pete veio correndo
-É o cachorrinho da sua mãe-disse há Austin enquanto ele brincava com Pete-O nome dele é Pete em homenagem ao seu Tio Petterson, ele infelizmente faleceu-disse
-Onde é o quarto dela?-perguntou Austin
Conduzi ele ao quarto da Seunome, ele entrou e abriu o closet, pegou uma camisa dela e cheirou
-Esse é o cheiro dela?-perguntou ele-É doce sem ser enjoativo, é suave-disse ele
-É, esse é o cheiro dela, docinho e suave-disse me apoiando na soleira
-Se importa se eu dormir neste quarto?-perguntou ele
-Não, pode ficar, bom eu vou estar no meu quarto-disse
-Boa noite, Sally-disse ele
-Boa Noite, sunshine-disse e apaguei as luzes

~~Natália P.O.V's~~

-CHEGAMOOS!!-Gritou James
-CARAMBA, ONDE NA MONTANHA DO ARCO-ÍRIS, SÓ PODE NÉ?PARA VOCÊ ESTAR ALEGRE DESTE JEITO-gritei
-Calma-disse James
-Então da próxima vez não me acorda gritando-disse com irônia
Olhei para frente, e lá estava ela.New York City
-Tem razão, vai ser difícil do Dr. nos achar aqui-disse
-Mas não podemos esquecer que você é uma pessoa famosa então-disse ele me entregando um capuz preto
-Certo-disse e vesti -Me sinto uma agente secreta-disse
-Tá mais para fugitiva, vamos-disse ele
Saímos do carro, e enfrentamos a multidão de pessoas atrasadas para o trabalho.
-Olha, Nath, a gente vai ter que se separar-disse James-Se o Dr. achar um de nos, pelo menos o outro vai ter chance de fugir-disse James-Vá para esse endereço, lá ficara segura-disse ele
-Está bem, se cuida-disse pegando as chaves e o endereço
-Vai logo-disse ele-Entrarei em contato em breve-disse ele
-Certo-disse e corri pelas ruas
O prédio onde o apartamento ficava no Brooklyn, sétimo andar.Entrei no prédio.
-Moradora nova?Ou uma amiga do James ?-perguntou a recepcionista
-Amiga do James-disse e fui para o elevador.Neste momento Freddie apareceu ao meu lado.
-Só porque é um fantasma não precisa me matar do coração-disse
-Por que fugiu?-perguntou ele
-Não pense que abandonei Seunome, ela me pediu para fazer isso, sabia que ia ser capturada, ela falou para eu e James sairmos da Cidade, tem alguma ideia de onde ela está?-perguntei
-Não, isso é estranho normalmente eu sempre sei onde ela está, mas agora, eu não tenho a menor ideia-disse Freddie-Todos estão a procura de vocês
-Não diga nada sobre onde eu e James estamos, é muito arriscado-disse
-É para eu não dizer nada então?-perguntou Freddie-Um segredo, isso não faz o seu tipo Natália.
Me olhei no espelho, o capuz fazia uma sombra tampar meu rosto.O elevador abriu no meu andar
-Diga apenas que Eu e James estamos a salvo, peça para eles não perderam o tempo com a gente, apenas achem a Seunome a qualquer custo, se acharem ela nos vamos poder voltar-disse e sai do Elevador.
-Se mantenha a salvo-disse Freddie
Fui para o apartamento, passei a chave, entrei e tranquei a porta.Era um apartamento simples, um quarto, banheiro, cozinha e sala e uma mini varanda.
-Nesse momento não tenho muita escolha-disse

~~Seunome P.O.V's~~

-Se prepara Mike, porque amanhã é você-Disse Dr. Munter
Então ele e Roger saíram
Me levantei
-Você tá bem?-Perguntou Mike
-Me recupero rápido-disse-Vamos lá, eu tenho uma motivação agora, deve funcionar-disse indo em direção as barras
-E qual seria esta motivação?-perguntou Mike
-Nosso filho-disse
-Você acreditou no que ele disse?-perguntou ele
-Munter pode ser pirado, mas não é mentiroso-disse, segurei as barras, chamas, fogo, quente.
-Olha, isso não vai dar certo-disse Mike-Seunome...-Mike colocou a mão no meu ombro.
Então minhas mãos começaram a arder
-Isso-sorri
Então senti as barreiras cederam.Virei para Mike.
-Eu disse que você conseguia, fazer esses bangue-disse ele entregando o jogo
-Vamos-disse
Passamos, eu estava prestes a abrir a porta
-Deixa comigo, se Roger tive atrás dessa porta eu dou um jeito-disse ele
-Ah é, como?-perguntei
-Você tem seus truques, eu tenho os meus-disse ele e abriu a porta.
Como ele suspeitava, Roger estava atrás da porta.
-Dá licença, bro-disse Mike e deu um empurrãozinho, mas esse empurrãozinho fez Roger voar.
-Superforça?-perguntei
-Sim, temos que ir ele vai acordar a qualquer momento-disse ele
Corremos pelo corredor.
-Espera ai-disse e olhei ao redor-Eu sei onde estamos-disse
-Onde?-perguntou ele
-No orfanato onde eu fui criada-disse-Ainda estamos em Holmes Chapel, pensei que ele fosse esperto o bastante para  nos tirar da cidade-disse-Que trouxa!
-O casalzinho, sei que estão ai por algum lugar-o voz de Munter ecoou pelos corredores.
-Vem, vamos para a saída de emergência-disse e corri pelo corredor.
Chegando lá forcei a porta para fora.
-Trancada-disse
-E agora?-perguntou Mike
Passos estavam próximos.
Pensei.
-Já sei, meu quarto-disse-Temos que ir para o meu quarto-disse
-Seunome, não é hora para isso-disse Mike
-Larga a mão de ser safado-disse-Vamos
Corremos, subimos dois lances de escada e entremos no meu quarto, empurramos uma comoda bloqueando a porta
-Nossa, meu poster do Taylor Lautner sem camisa ainda tá aqui-disse rindo
-Seunome!-disse Mike em tom de reprovação.
-Tá bem-disse-De baixo da cama, tem um piso falso, empurra ele pro lado e desce-disse
Mike mergulhou para debaixo da cama, esperei um tempo.
-Desci-disse Mike
Mergulhei debaixo da cama, me arrastei e entrei no buraco, quando desci ouvi o barulho da porta ceder.
-Rápido Mike me ajuda a colocar o piso de volta-sussurrei
Colocamos o piso de volta em silêncio.
-Até que formamos uma bela dupla-disse Mike-Então a gente vai ficar andando as cegas ou...
Peguei uma lanterna no chão
-Então essa era a sua rota de fuga?-perguntou Mike
-Yep-disse-Por aqui-disse
-Onde isso vai dar?
-Atrás de um Restaurante, vira aqui-disse
Passamos mais algum tempo caminhando até chegarmos a saída.Subimos as escadas, ajudei Mike a sair.
Senti a brisa bater contra o meu cabelo.
-O que fazemos agora?-perguntou Mike
-Vamos a delegacia e denunciar o Munter-disse-Vem.
Sorte que a delegacia era perto.
-Olha eu queria fazer uma denuncia-disse
-Muito bem, qual é o Seu nome?-perguntou o Policial
-Seunome Jagger Bieber-disse
-Você não é a garota que sumiu?-perguntou ele
-Sim, é sobre isso que eu queria falar, o homem que me capturou esta no Orfanato Fox, ele sabe que eu e Mike fugimos.Então melhor se apressarem, o nome dele é Dr. Munter e seu cúmplice se chama Roger-disse
-Preciso de uma patrulha de viaturas imediatamento no Orfanato Fox-disse o Policial-Obrigada pelas informações, como é a segunda vez que o pegamos por sequestro ele vai para a perpétua-disse o Homem e correu para fora.
-Estamos seguros agora?-perguntou Mike
-Estamos-disse 
Mike me abraçou forte.
-Para onde vamos agora?-perguntou ele ainda me abraçando
-Minha tia mora aqui perto, vamos descansar e depois...
-Vamos atrás do nosso filho-disse Mike sorrindo
---------------------------------------------------------------------------------------------
Sorry a demora, semana de prova + Tédio + Preguiça + Falta de inspiração = Sem postar, mas agora eu to de volta :)
 

3 comentários:

  1. Vc vai postar o próximo quando?? Eu amo essa fic!!
    #Gabi

    ResponderExcluir
  2. deus do ceu como a sim eu tenho um filhos cristo infartando modo on

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um filho bem bonito hein :)
      Ass:Letícia...

      Excluir